[Resenha] A garota no trem

Olá, pessoal! Recentemente estreou nos cinemas o filme ‘A garota no trem’, baseado no romance homônimo de Paula Hawkins. Não assisti o filme, e nem pretendo fazê-lo, pelo menos no cinema. Isso porquê a experiência de ler o livro não foi boa. Li este livro ano passado, antes mesmo de saber que ia ter uma adaptação cinematográfica e, com certeza, foi minha decepção literária de 2015. Na época eu não fiz uma resenha, mas, inspirado no vídeo-resenha da Najara Rodrigues, resolvi compartilhar aqui no blog as minhas impressões.

Obra: A garota no trem

Autor:Paula Hawkins

Editora:Record

Gênero: Thriller

Número de páginas: 378

2015-836957945-a-garota-no-trem.jpg_20150729

Primeiro, quero dizer que o fato de os personagens serem depressivos, patéticos e mal resolvidos a ponto de fazer você se sentir mal enquanto ler o livro não significa que o mesmo não tenha qualidade. Significa que a autora soube escrever bem o drama deles e isso, ao meu ver, é mérito para ela. Isso também não quer dizer que eu apreciei a experiência.

Segundo, o livro demora para ficar minimamente interessante. Mas o mistério é até legal e foi certamente bem construído. O plot twist é meio previsível, mas como eu não estava prestando muita atenção na leitura, não percebi. No final, eu voltei e reli alguns capítulos e percebi que as pistas estavam todas lá. Algumas eu tinha visto, e até achei que fosse erro de continuação ou plot hole. Mas não liguei as pontas :\

O final, porém, foi muito meia-boca. A escrita também. A construção de personagens foi ridícula. A impressão que dá é que todas as mulheres da história são depressivas, paranoicas, loucas, passionais, carentes, inseguras e dependentes de um homem. Sério isso? Sinceramente, eu acho que as mulheres da vida real são mais complexas e interessantes do que isso. Sem falar que não foi nada divertido ler a história pelo ponto de vista delas.

Só não é pior porque realmente gostei da maneira como a autora construiu o mistério. E também pelo fato de, muito sabiamente, usar o ponto de vista de um narrador nada confiável. Ela merece este mérito.

Veredito final: Homens: não percam seu tempo lendo isso. Mulheres: também não percam seu tempo; vocês são melhores que as personagens retratadas na história; se deem valor, por favor.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s