[Poesia] Poema de sete angústias

Eis mais um poema autoral

 

Poema de sete angústias

 

Quando nasci um anjo louco
desses que vivem nas quebradas
disse: Vai mano, se fode aí

As câmeras espiam os homens
que correm atrás de prazeres
A tarde talvez fosse azul
não houvesse tantos silêncios

O ônibus passa cheio de pernas
pernas negras lisas e descobertas
Pra que tanta perna, meu Deus, pergunta meu coração
porém meus olhos
apenas espiam

O homem atrás do bigode
é sério, simples e homofóbico
Fala, comenta bastante
Tem muitos, vários seguidores
o homem atrás do batom e do bigode

Meu Deus porque me abandonaste
se te botei acima de todos
se te amei acima de tudo?

Mundo mundo vasto mundo
se eu me chamasse José
não seria uma rima, muito menos uma solução
Mundo mundo vasto mundo
mais vasta é a minha desolação

Eu não devia dizer
mas essa música
mas essa tequila
botam a gente dançando com o diabo

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s