[Resenha] O castelo das águias

Estou devendo várias resenhas aqui no blog. Li vários livros este ano, resenhei poucos. Pretendo remediar essa situação. Por isso, hoje trago minhas impressões sobre mais uma fantasia nacional.

Obra: O castelo das águias (Athelgard #1)

Autor: Ana Lúcia Merege

Editora: Draco

Gênero: Fantasia

Número de páginas: 191

Sinopse:

O Castelo das Águias é um lugar especial. Localizado nas Terras Férteis de Athelgard, região habitada por homens e elfos, abriga uma surpreendente Escola de Magia, onde os aprendizes devem se iniciar nas artes dos bardos e dos saltimbancos antes de qualquer encanto ou ritual. Apesar de sua juventude, Anna de Bryke aceita o desafio de se tornar a nova Mestra de Sagas do Castelo. Aprende os princípios da Magia da Forma e do Pensamento e tem a oportunidade de conhecer pessoas como o idealizador da Escola, Mestre Camdell; Urien, o professor de Música; Lara, uma maga frágil e enigmática, e o austero Kieran de Scyllix, o guardião das águias que mantêm um forte elo místico com os moradores do Castelo. Enquanto se habitua à nova vida e descobre em Kieran um poço de sentimentos confusos e turbulentos, uma exigência do Conselho de Guerra das Terras Férteis põe em risco a vida e a liberdade das águias. Com o apoio de Kieran, Anna lutará para preservá-las, desvendando uma trama de conspiração e segredos que envolvem importantes magos do Castelo.

capa_castelo

O castelo das águias é uma daquelas obras gostosas de ler, pois a escrita é leve e fluída, e a narradora é encantadora. Acompanhamos a história de Anna de Bryke, a mais nova Mestre de Sagas da Escola de Artes Mágicas de Vrindavahn. Qualquer sentimento que isso possa lhe invocar devido à Harry Potter é completamente dispensável. O que temos aqui é uma trama mais madura, contada pelo ponto de vista de uma jovem professora. Não que HP seja ruim, pelo contrário. Mas o tom dado pela autora aqui é diferente, mais pé no chão. Continuar lendo

Anúncios

[Resenha] Estações de caça: Haakon I

Obra: Estações de caça: Haakon I

Autor: Lauro Kociuba

Editora: publicação independente (ebook disponível na Amazon)

Gênero: Fantasia medieval

Número de páginas: 94

Sinopse:

Quatro experiências. Quatro episódios. Quatro estações.
“Estações de Caça” conta a história Haakon, um menino de linhagem nórdica no antigo Reino Unido do século X, em quatro fases distintas de sua infância. Ambientada no universo Alvor, com toques e requintes das mitologias nórdica e celta, o autor traz nesta novela uma nova experiência narrativa, diversificada em seus quatro episódios distintos.

 

11855718_847926178596052_4348760118309243746_n

 

Olá, pessoal! Hoje trago à vocês uma nova resenha, a primeira do ano. E começaremos com estilo.

Já deveria ter lido Estações de Caça há muito tempo. Estava há meses lá, perdido no meu Kindle, pedindo para ser lido. E, dado que gostei do primeiro livro do universo Alvor (veja resenha aqui), era natural querer ler o segundo. Finalmente encontrei tempo para isso. Continuar lendo

[Resenha] O Aprendiz do Arquimago

Olá, pessoal! No último post, eu fiz uma resenha do conto “A sina do forasteiro”, que se passa no universo de Herannon. Agora chegou a vez de ‘O Apendiz do Arquimago’.

Obra: O Aprendiz do Arquimago

Autor: Michael A. Iora

Editora: Chiado

Gênero: fantasia épica

Número de páginas: 627

Sinopse:

“Você foi honrado com a oportunidade de ser meu discípulo, uma honra que qualquer um dos acadêmicos de Everard desejaria, pois embora tenham bons mestres, eu estou muito acima de todos eles. O treinamento será muito mais árduo, não duvide disso, mas terá suas recompensas. Se sobreviver, digo, se resistir até o final, sob a minha orientação você virá a tornar-se um mago de altíssimo valor, admirado e invejado por muitos.”

Entretanto, o menino elfo descobre amargamente que tamanha honra não é concedida sem que um alto preço tenha de ser pago, e que simplesmente estar sujeito ao desagradável temperamento de seu excêntrico e arrogante tutor deve ser a pior prova que alguém pode ter de suportar. Não obstante, ele se vê obrigado a enfrentar não apenas um treinamento extremamente rígido e insano, mas também a saudade de sua mãe e um sentimento de urgência crescente.

Conseguirá o garoto conquistar sua tão desejada graduação, superando todos os desafios impostos e, pior, a crueldade e intolerância de seu próprio mestre?

26177175

Bem, acho que com este título e esta sinopse já deu para sacar qual é o plot do livro. Aglarion é um jovem elfo que encasquetou que queria se tornar um grande guerreiro, assim como sua mãe. Para mim não ficou bem claro o motivo, nem porquê a mãe não concordou. Mas bem, esta decidiu que ele poderia ser um mago e assim convenceu um velho conhecido, que por acaso é apenas o maior Arquimago do Vasto Mundo, a treinar o guri. Continuar lendo

[Resenha] A Liga dos Artesãos

Obra: Alvores – A Liga dos Artesãos.

Autor: Lauro Kociuba.

Editora: publicação independente.

Gênero: fantasia urbana

Número de páginas: 255

Sinopse: Anões, elfos, orcs, wargs… E se eles existiram de verdade? E se, ainda hoje, houver remanescentes desses seres entre nós? Alvores – A Liga dos Artesãos é uma fantasia urbana de realidade alternativa. Cidades subterrâneas gigantescas; elfos ocultos entre os homens; e criaturas fantásticas surgindo e desparecendo em meio às ruas de Curitiba. É nesse cenário que Tales, filho de encantados desvenda uma trama secular, envolta em batalhas entre os descendentes das raças da alvorada dos tempos. Descobrindo máquinas de guerra a vapor, bardos, guerreiros. Participando de mistérios nas praças, terminais e esquinas do mundo real.

Continuar lendo